sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Mulher maravilha de Grant Morrison chega em novembro nos EUA


Com estreia em novembro, a história deve ter pouca ação, de acordo com Morrison, mostrando um foco maior na sociedade de mulheres que desenvolveram-se milênios à frente do restante da raça humana emThemyscira.
Então, o Yannick Paquette fez esse trabalho espetacular de design, no qual não há objetos fálicos. Os únicos objetos fálicos são as torres gregas que simbolizam esse eco assombrado da cultura da qual elas vieram.
O Avião Invisível da Mulher-Maravilha tem agora a forma de uma vagina, é a coisa mais incrível. Ele abre atrás e tem um pequeno capô de clitóris, tudo tem design baseado no feminino. […] E pelas primeiras 48 páginas do álbum, não há homens – apenas mulheres falando umas com as outras.



The Trial of Diana, que agora se chama Wonder Woman: Earth One, é o aguardado projeto que Grant Morrison e Yanick Paquette vem criando com a Mulher-Maravilha há alguns anos. A obra trará em seu foco uma nova origem da personagem, com uma abordagem mais feminista e incorporando elementos fetichistas e de bondage que havia em suas primeiras histórias. A data de lançamento do volume foi oficializada para 10 de novembro nos Estados Unidos.