quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Guerras Secretas da Marvel e suas consequências...


 

Agora que a poeira está começando a baixar após os efeitos de "GUERRAS SECRETAS",a iniciativa foi considerada por muitos como um reboot da Casa das Ideias. Entretanto, a Marvel garante que a continuidade atual de seu universo não será apagada. "Todos os criadores trarão algo novo aos personagens - algo grande que muda seu status quo. Essas mudanças serão no estilo da Thor mulher e do Capitão América negro", afirma o editor-chefe Axel Alonso. "Demos aos nossos criadores a tarefa de criar grandes mudanças na vida dos nossos personagens, seja o Homem-Aranha, seja a Ms. Marvel, ou o Demolidor e o Hulk. Você vai olhar, em alguns casos, para novos personagens dentro desses papeis, e novos personagens lidando com mudanças profundas no relacionamento com as pessoas ao seu redor e o local onde vivem".
Lojistas americanos acabaram de receber um postal com uma imagem pra lá de sugestiva com as versões novas do Capitão América e do Homem de Ferro em choque e um DOIS em algarismos romanos destacado no verso do cartão. 

A Guerra Civil já foi revisitada na saga Guerras Secretas, que teve seu final alterado. Entretanto, essa continuação deve seguir a HQ original, mas agora, Homem de Ferro irá enfrentar o Falcão, que assumiu como o novo Capitão América. Steve Rogers é atualmente um idoso, então a probabilidade dele lutar é baixa – mas não impossível. Pelo pouco divulgado, já há especulações sobre o que causaria essa nova guerra, sendo o retorno da Lei de Registro de Super-humanos uma grande aposta.
E para delírio dos Marvetes...(estranho digitar isso), já temos uma maxi-série planejada para o próximo ano...

O editor-chefe Axel Alonso revelou, em entrevista ao site Grantland, que a nova saga da Marvel nos quadrinhos irá abordar os temas atuais do mundo: “No fim das contas é mais uma questão de confiar na discussão [do grupo de criadores] para entrar em sintonia com o momento, ao invés de dizer algo como ‘Vamos tentar criar algo que se conecte com o momento do jeito que Guerra Civil conseguiu’. Tem que ser um processo natural”.
Alonso também falou qual será o objetivo dessa nova saga: “A essência dessa saga dialoga com o mundo hoje em dia, algo com que qualquer pessoa pode se relacionar – seja leitor de quadrinhos, telespectador, usuário de iPhone ou Blackberry”.A nova saga começará em 2016.