sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Sword Art Online da Vida Real?

Para quem não conhece o anime Sword Art Online, ele foi um dos maiores sucessos de 2012, que entrava com uma proposta diferente de anime. No anime, é retratado um avanço tecnológico gigantesco, onde é lançado o VRMMORPG (Realidade Virtual Multiplayer Massivo Online RPG), onde os jogadores tem seus corpos escaneados e tem seu personagem criado dentro de um mundo totalmente virtual, permitindo você ter o total controle da ação do seu personagem dentro do jogo, além disso o jogador usa um capacete, capaz de estimular os 5 sentidos da pessoa no mundo real, fazendo com que ela se sinta totalmente dentro do jogo, e sendo mais cauteloso com o que irá fazer no mundo virtual.

Desde o sucesso do anime, muitas pessoas fãs do anime e até mesmo, amantes de tecnologia, esperavam por algo que se aproximasse do que era apresentado no anime, e após uma espera de 4 anos, está tendo a primeira empresa ambiciosa ao ponto de querer criar algo semelhante; a empresa IBM do Japão está sendo a responsável por oferecer a tecnologia pro jogo, usando o supercomputador Watson e o serviço em nuvem SoftLayer para recriar a versão tridimensional de Aincrad; o objetivo da IBM é mostrar para os gamers, o que seria possível alcançar nos jogos com a Computação Cognitiva.

Já intitulado de Sword Art Online: The Beginning, ainda não se tem muitos detalhes do jogo, mas uma notícia animadora, é que Reki Kawahara, o criador da Visual Novel que inspirou a série, está envolvido no projeto e já deu uma entrevista para a Gematsu, "que esse será um game totalmente diferente dos que já foram vistos até o momento". Também, já se sabe que assim como na história original, a IBM irá utilizar modelos 3D dos próprios jogadores, mas ainda não se tem informações da ambientação virtual, onde o jogo irá ocorrer.

Como também no anime, a IBM irá organizar teste do protótipo do alfa do jogo em Tóquio (Japão), com um total de 208 participantes.